Buscar
  • Direito Médico em Foco

Paciente em tratamento deve continuar sendo atendido após rescisão de plano de saúde coletivo


Segundo o Superior Tribunal de Justiça (STJ), o fato de não comercializar planos de saúde individuais dispensa a operadora de fornecê-los em substituição ao plano coletivo empresarial rescindido unilateralmente por ela.


No entanto, segundo novo entendimento do STJ, deve ser mantido o vínculo contratual para os beneficiários do plano coletivo que estiverem internados ou em tratamento médico, até a respectiva alta, salvo se houver portabilidade de carências ou se for contratado novo plano coletivo pelo empregador.


A decisão se baseia no fato de que, embora a operadora possa promover a resilição unilateral do plano coletivo, ela não pode deixar ao desamparo os usuários que se encontram sob tratamento médico.

2 visualizações0 comentário

Mensagem enviada......

Entre em contato

Tel.: +55 (61) 3033-6600 | 3033-6686

Entre em contato

Email: contato@direitomedicoemfoco.com

Tel.: +55 (61) 3033-6600 | 3033-6686

Passe o mouse >

logo dmf.png

SHN quadra 1 bloco A salas 221/224

Le Quartier Hotel & Bureau | Brasília-DF

  • Facebook - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Instagram - Black Circle